A Maga dos Cosméticos Helena RUBINSTEIN



Olá meus amores ! A matéria anterior foi sobre o mago da maquiagem Max Factor, um judeu polonês,  pobre, esforçado, criativo, que depois de muita caminhada entre a Polônia, Russia,   em Hollywood EUA , fez sucesso na época áurea do cinema americano, com suas famosas e lindas divas, agora iremos falar de sua conterrânea Helena […]


Olá meus amores !

A matéria anterior foi sobre o mago da maquiagem Max Factor, um judeu polonês,  pobre, esforçado, criativo, que depois de muita caminhada entre a Polônia, Russia,   em Hollywood EUA , fez sucesso na época áurea do cinema americano, com suas famosas e lindas divas, agora iremos falar de sua conterrânea Helena Rubinstein e conteporânea, a mulher que inventou famosos cremes de beleza na antiga Cracóvia na velha Polônia.

Ela nasceu  em 1875, em uma família humilde de judeus ortodoxos, que somente mais tarde adotaria o nome de Helena. Motivada por uma incrível determinação, ela parte aos 24 anos de idade para a Austrália, com o objetivo de se juntar a um tio que nem conhecia. Na bagagem do navio alemão que a levou, uma mala e doze preciosos potes de creme para tratar a pele, um presente de sua mãe. Depois de tanto ouvir elogios sobre seu rosto sem manchas, traçou um plano ambicioso: recriar a fórmula do hidratante facial, receita de um amigo húngaro da família dos tempos da Cracóvia, especialista em cosméticos. A jovem e perseverante polonesa arrumou um emprego como assistente de um farmacêutico e através de muitas pesquisas conseguiu produzir com base no creme que havia trazido da Polônia uma fórmula própria que foi batizada de Crème de Valaze, que continha vários ingredientes exóticos da Europa e Ásia. Inicialmente passou a vendê-lo por correspondência. Esse creme de tratamento facial, formulado à base de lanolina, se transformou em um enorme sucesso e lhe abriu as portas para uma nova vida, inaugurando assim seu império do setor de beleza e revolucionou os conceitos de tratamentos tradicionais.

 

 

Ela também investia em publicidade e distribuía cremes entre formadoras de opinião, como atrizes e jornalistas. Em 1909, seu espaço parisiense era inaugurado no Faubourg-Saint-Honoré. Aquela judia de origem humilde finalmente arrebata a cidade mais encantadora do planeta, tornando-se amiga do estilista Paul Poiret e frequentando a alta-roda. Além disso, cria novos protocolos e ensina o trabalho de esteticista a jovens profissionais. No entanto, a Primeira Guerra Mundial eclode em julho de 1914, fazendo com que Helena parta para Nova York em outubro daquele ano. Em maio de 1915, ao lado do marido e dos dois filhos, abre seu primeiro instituto nos Estados Unidos e descobre uma grande rival: Elizabeth Arden. Mais tarde, também passa a competir com Charles Revson, fundador da Revlon e inventor de um esmalte que secava rapidamente e durava mais que os outros.

A profissão de esteticista não existia até Rubinstein fundar seu primeiro instituto na Austrália. Idem para o ofício de demonstradora de cosméticos. Madame o vislumbrou ao treinar as jovens responsáveis por vender suas fórmulas em lojas de departamentos. Linha exclusiva para homens? Ela elaborou uma na década de 1940. Salão masculino? Abriu o primeiro de Manhattan no início dos anos 1950. Também foi pioneira em desenvolver spas, programas de ginástica emagrecedora, cremes com esse mesmo propósito e produtos high tech como o Silk Powder, um pó à base de seda, e o cuidado firmador Contour Lift Firm.

 

 

 

A trajetória de sua vida é rica de acontecimentos no mundo dos cosméticos, das artes, da moda, dos empreendimentos … ela foi a pioneira na Austrália, e a primeira mulher dos cosméticos no mundo…  vale à pena ler seu livro biográfico .

 

 

Inovadora, forte, determinada, Helena fez sucesso no mundo dos cosméticos, até sua morte em 1965.

 

 

 

 

 

 

Helena, amava a pintura, foi amiga de Picasso dos grandes pintores do século XX, também adorava os desfiles de alta costura Elsa Schiaparelli , Chanel . Foi pintada por Salvador Dalí, e Picasso fez 40 desenhos dela, mas nunca terminou o quadro .

 

 

 

 

 

Atualmente sua empresa,

pertence ao Grupo L’Oréal, que preserva seu DNA inovador.

Tinha como lema a  seguinte frase sobre o trabalho: “Nada melhor para evitar rugas do rosto e do  espírito”.

 

Fontes : A Mulher que Inventou a Beleza, Cabelos & Companhia, 50 e Mais Vida Adulta Inteligente, Mundo das Marcas.


Tags:

Compartilhe:

Deixe seu comentário: